O que é marketing de guerrilha e como é que as PME o utilizam?

O que é marketing de guerrilha e como é que as PME o utilizam?

“Não temos dinheiro suficiente para uma grande campanha de marketing, mas queremos ser notados”. Este é o desafio que muitas pequenas empresas enfrentam todos os dias, portanto…

Como podem as pequenas empresas ser notadas, mantendo os seus orçamentos de marketing reduzidos?

As pequenas empresas têm pequenos orçamentos de marketing e as campanhas tradicionais, tais como outdoors e anúncios televisivos, podem ser demasiado dispendiosas. Só porque uma empresa maior ou mais estabelecida as utiliza, não significa que tenha de o fazer também. Em vez de investir grandes quantias de dinheiro em campanhas de marketing tradicionais, as pequenas empresas estão a encontrar formas de investir a sua criatividade e de colher os benefícios. Chama-se marketing de guerrilha.

Este tipo de marketing distingue-o da concorrência e pode ganhar a reputação de ser criativo e contar fortemente com meios impressos baratos, como cartazes, autocolantes e panfletos.

O que é marketing de guerrilha?

O marketing de guerrilha é difícil de definir, mas caracteriza-se por dar vida ao seu produto. O elemento mais básico do marketing de guerrilha é surpreender os potenciais consumidores. O seu objectivo é chamar a atenção dos meios de comunicação social e do público através de meios não tradicionais, descartando assim o marketing tradicional, tais como anúncios em jornais, televisão ou rádio. Os consumidores são bombardeados com publicidade tradicional em todas as áreas das suas vidas e esperam-na até certo ponto.

Provavelmente já viu dezenas de anúncios ou anúncios publicitários esta semana, mas? Lembra-se de cada um deles? Um dos objectivos do marketing de guerrilha é ser recordado e fazer ligações autênticas.

O público encontrará campanhas de marketing de guerrilha na sua vida diária, tal como os meios de comunicação tradicionais, mas o marketing de guerrilha destaca-se e faz com que os consumidores pensem duas vezes sobre o que acabaram de ver.

Melhor Consciência da Marca

O marketing de guerrilha liga-se aos seus clientes de uma forma que os anúncios de TV ou revistas simplesmente não conseguem. Uma pequena empresa pode tornar-se parte da vida quotidiana do consumidor.

+  5 ideias de marketing e publicidade para superar os seus concorrentes

Enquanto as redes sociais e os meios digitais podem ser grandes ferramentas para se ligarem ao seu público, o marketing de guerrilha é uma forma física e autêntica de se ligar aos seus clientes.

Utilizando a criatividade, uma empresa é capaz de comunicar o que os distingue, bem como a personalidade da marca, e dar aos clientes algo com que se possam ligar. Se os seus anúncios forem diferentes e surpreendentes, os clientes lembrar-se-ão da sua marca como criativa.

Ideias e exemplos de marketing de guerrilha

Manhole cobrir publicidade para Folgers.

Nem todas as pequenas empresas são iguais e a forma como comercializa o seu negócio deve estar em linha com a sua identidade comercial. Ao pensar em ideias para uma campanha de marketing de guerrilha, pense primeiro na sua identidade e personalidade de marca. O seu objectivo deve ser que os consumidores façam a ligação entre o seu anúncio não convencional e o seu produto. Como exemplo, tomemos o Folgers.

Folgers Coffee foi capaz de utilizar o marketing de guerrilha nas tampas de esgoto nas grandes cidades, de modo que quando o vapor saiu, parecia uma chávena de café quente e não a sua típica tampa de esgoto.

Pense em qual é o seu produto ou identidade de marca e brinque com ele. Nem todos os tipos de negócios serão bem sucedidos na impressão de anúncios em tampas de esgoto como Folgers, mas nem todos os negócios serão capazes de fazer o que você pode fazer.

Exemplo de marketing de guerrilha de esgotos

Ideas para autocolantes

Stickers ou vinil podem ter o maior poder potencial de todos.

Consegue imaginar se Washington DC foi coberta em 1984 com autocolantes com o Big Brother a observar? Seria uma declaração que toda a gente na cidade saberia que tinha uma motivação política. Nem todas as empresas têm a identidade que se alinharia com este tipo de campanha, mas é uma ideia com a qual os consumidores fariam imediatamente uma ligação.

Consegue pensar em algo que possa fazer com a sua empresa? Algumas companhias de pára-quedismo estão a colocar autocolantes de paisagens urbanas do alto em pisos de elevadores para dar às pessoas a sensação de que estão a voar.

Quando os Piratas das Caraíbas apareceram nos cinemas, conseguiram colocar autocolantes de madeira coloridos nas pranchas de mergulho em piscinas públicas e privadas para dar aos mergulhadores a sensação de que estavam a andar na prancha. Consegue imaginar-se nessa prancha de mergulho e a ligação imediata ao filme? Todas estas são pequenas reviravoltas sobre a publicidade habitual que se tornam guerrilha porque são capazes de se ligarem aos consumidores instantaneamente.

+  Como publicar um livro? 10 passos para o sucesso

Concepções de brochuras

Já alguma vez voltou ao seu carro e na antena estava um pequeno panfleto a promover um negócio? Isto é bastante típico do marketing impresso na nossa vida quotidiana. Um pequeno panfleto publicitando uma venda ou um novo restaurante.

Como pode este tipo de marketing surpreender os nossos consumidores e transformar-se em marketing de guerrilha?

Imagine que tem um restaurante, em vez de um panfleto típico de cinco por sete, faça publicidade ao seu restaurante num pedaço de papel que se parece com comida e quando colocado na antena parece uma espetada de shish kebab.

O consultório de um dentista poderia pendurar panfletos com tiras de papel no fundo que parecessem dentes. Quanto mais pedaços de papel as pessoas apanharem, mais o sorriso se vai partir.

Uma loja de brinquedos poderia distribuir panfletos feitos por crianças e não baseados em fortes campos de vendas. Os desenhos infantis em bruto com lápis de cera e aguarelas teriam um efeito diferente do que um argumento de venda tradicional concebido para os adultos que compram os brinquedos.

Estas são pequenas reviravoltas em velhas ideias de marketing que podem repercutir-se melhor nos clientes. Use a sua imaginação; lembre-se de que o marketing de guerrilha não se trata de investir um grande orçamento, mas sim de investir criatividade.

Poster ideas

Um cartaz não tem de ser sempre um cartaz de um evento ou negócio com informações sobre o mesmo. Uma barbearia pode pendurar sinais com cortes de cabelo selvagens que, se alguém estivesse à sua frente, daria a impressão de que tem esse cabelo. Tenho a certeza de que já viu empresas a utilizar cartazes em elevadores que quando as portas se abrem e fecham criam imagens diferentes. É uma ideia simples que as empresas estão a utilizar para se ligarem aos consumidores. O poder não é que o elevador funcione como apenas mais um sinal, mas que é um anúncio inesperado e que muitas vezes ressoa com potenciais clientes.

+  Como a psicologia da cor é utilizada na publicidade

Autenticidade

Pringles de Marketing no torneio de ténis de Wimbledon

Não é preciso forçar nada. Um dos poderes do marketing de guerrilha é que os consumidores vão ligar imediatamente o criativo à sua marca. Não é preciso bater-lhes na cabeça com um argumento de venda. Um grande exemplo é como Pringles apareceu em Wimbledon há alguns anos atrás e distribuiu gratuitamente latas de batatas fritas com o rótulo “estas não são bolas de ténis”. Esta ideia precisa de um orçamento de marketing maior, mas autenticidade é o que podemos obter dela.

Pringles e consumidores sabem que a sua embalagem se parece com tubos de bola de ténis e apenas essa simples mensagem é capaz de se ligar a um grande grupo de pessoas que se divertiram com ela. Quando os filmes do Batman foram relançados como O Cavaleiro das Trevas, o estúdio de cinema alugou luzes de busca em cidades de todos os Estados Unidos e projectou o símbolo do Batman para a estreia. Este tipo de marketing não se tratava de “vir ver o filme”, mas sim de fazer ligações com os consumidores e oferecer-lhes algo memorável.

Tenham cuidado ao usar o marketing de guerrilha

O marketing de Guerrilha tem tudo a ver com surpreender os consumidores com a sua publicidade e algumas empresas chegaram ao ponto de desfigurar propriedade pública ou colocar anúncios onde não deveriam estar. Usar o bom senso ao colocar autocolantes ou cartazes. Pode arranjar problemas se não tiver cuidado. Não desfigure a propriedade e use a cabeça quando pensar em como vai executar uma campanha de marketing de guerrilha ou pode acabar na prisão.

Conclusão

Quando uma campanha de marketing não é memorável, não tem feito o seu trabalho. O marketing tradicional é esperado, repetitivo, suave e não se liga aos consumidores, bem como o marketing de guerrilha. A força do marketing de guerrilha é que ele se destaca contra todas as probabilidades e cria uma ligação instantânea com os clientes. Seja criativo, use a sua imaginação. Autocolantes, cartazes e panfletos podem ser o seu melhor amigo com um orçamento baixo, e mesmo empresas com grandes orçamentos os utilizam porque são mais memoráveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *